Após cheia, Prefeitura tira 1 tonelada de lixo das margens do Rio Piracicaba

Trabalhadores da coleta de lixo fazem protesto contra condições de trabalho
17 de janeiro de 2017
Mutirões de limpeza já removeram 3.800 toneladas de lixo em São Vicente
Mutirões de limpeza já removeram 3.800 toneladas de lixo em São Vicente
27 de janeiro de 2017

Trabalho foi realizado por equipe da Sedema, das 9h às 15h.
Plásticos, garrafas e galhos se acumularam após o transbordo do rio.

Após a cheia do Rio Piracicaba, a Secretaria de Defesa do Meio Ambiente (Sedema) recolheu 1 tonelada de lixo, galhos de árvores e aguapés das margens do manancial nesta segunda-feira (23).

De acordo com a administração municipal, os detritos, principalmente plásticos e garrafas, se acumularam após o transbordo do rio. As equipes da Sedema iniciaram a limpeza do ponto próximo da Casa do Povoador de Piracicaba (SP) e seguiram com serviço sentido Avenida Beira Rio. O trabalho durou seis horas.

Com a diminuição da vazão, uma grande quantidade de garrafas de plástico, embalagens, pedaços de isopor e outros materiais se acumularam nas margens do manancial, na região da Rua do Porto, um dos principais pontos turísticos da cidade (Veja fotos).

A retirada da lama da rampa dos pescadores, entre a Avenida Beira Rio e Moraes Barros, os bolsões da Rua do Porto e da rampa na avenida Cruzeiro do Sul foi iniciada na manhã desta segunda-feira, de acordo com a Prefeitura.

“A Sedema faz limpeza periódica no local. Mesmo com o recolhimento do lixo diários na região dos restaurantes, há ações emergenciais após as enchentes. Para serviços mais arriscadaos, à beira do rio, a pasta tem parceria com a Defesa Civil e Corpo de Bombeiros para evitar acidentes com trabalhadores”, disse em nota a Prefeitura.

A Secretaria salienta que a população pode auxiliar para tentar coibir o descarte irregular de resíduos, não só no rio, mas também em bueiros e sarjetas nas ruas da cidade que fatalmente acabarão arrastados até o manancial.

Prejudicial
De acordo com a professora de ecologia da Universidade Metodista de Piracicaba (Unimep), Silvia Gobbo, este tipo de poluição registrada na margem do Rio Piracicaba é difusa. “São as pessoas que jogam a bituca de cigarro no chão, um papel de bala ou um copo plástico. Muitas vezes parece pouco observar uma garrafa jogada no chão em um quarteirão e outra garrafa cinco quarteirões depois. Com a chuva, estes materiais são levados para o rio pela enxurrada”, explica.

“Boa parte desta tonelada acumulada na margem do manancial é do lixo deixado nas ruas pela população. Muitas vezes de forma inconsciente”, conta. Ainda de acordo com a docente, cada material tem seu destino correto para o descarte. Por isto, a conscientização da população é fundamental.

“Existem produtos perigosos como pilhas, lâmpadas e baterias que tem metal pesado. Ou ainda plásticos e pedaços de veículos que não se decompõem. Estes trazem riscos tanto para a vida aquática quanto para a saúde da população”.

Cheia
O nível do Rio Piracicaba (SP) baixou e saiu do estado de extravasamento no fim de semana, mas continua em atenção nesta segunda-feira. O Sistema de Telemetria do Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ), apontou que a profundidade estava em 3,37 metros por volta das 10h desta segunda (23). A vazão do manancial era de 330 mil litros de água por segundo no mesmo horário.

O Rio Piracicaba atingiu 5,11 metros na madrugada da última sexta-feira (21). O  cartão postal de Piracicaba recebeu várias pessoas neste domingo para apreciar o Rio cheio.

Lixo acumulado após cheia do Rio Piracicaba (Foto: Carol Giantomaso/G1)
Lixo acumulado após cheia do Rio Piracicaba (Foto: Carol Giantomaso/G1)
Lixo acumulado após cheia do Rio Piracicaba (Foto: Carol Giantomaso/G1)
Lixo acumulado após cheia do Rio Piracicaba (Foto: Carol Giantomaso/G1)
Aves no Rio Piracicaba (Foto: Carol Giantomaso/G1)Aves no Rio Piracicaba (Foto: Carol Giantomaso/G1)
FONTE: G1

Site desenvolvido por:

Logo da Arte de Designer - Agência WEB - www.artededesigner.com
Abrir whatsapp
Posso lhe ajudar?