Após paralisação, coleta de lixo em Cuiabá deve ser normalizada na sexta-feira

Coleta de lixo de Novo Hamburgo passará por mudanças; veja o que muda
Coleta de lixo de Novo Hamburgo passará por mudanças; veja o que muda
21 de junho de 2017
Coleta de lixo em Santos terá novas regras a partir de 2 de julho
Coleta de lixo em Santos terá novas regras a partir de 2 de julho
30 de junho de 2017

Contrato entre empresa e município foi rescindido. Garis e motoristas suspenderam os serviços por 24 horas na capital por medo de não receberem direitos trabalhistas.

Os garis e motoristas da Ecopav, empresa responsável pela coleta de lixo em Cuiabá, retornaram ao trabalho nesta quarta-feira (28), após terem suspendido a atividade na capital por 24 horas. Porém, mesmo com a retomada do serviço, a coleta de lixo em todos os bairros de Cuiabá deve ser normalizada apenas na noite de sexta-feira (30).

Os 280 funcionários da Ecopav pararam as atividades durante a terça-feira (27), inclusive impedindo a saída de caminhões da garagem. Os funcionários, que já receberam aviso prévio, temem que a empresa não tenha dinheiro em caixa para o pagamento dos salários deste mês e para o acerto rescisório. Os 280 funcionários já receberam aviso prévio.

O temor dos trabalhadores aumentou após o Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT) bloquear R$ 1,6 milhão que a Prefeitura de Cuiabá pagaria à empresa, apontando irregularidades na prestação do serviço. Segundo o TCE, a equipe de auditoria do órgão identificou que a empresa dizia que havia determinado número de caminhões e trabalhadores executando o serviço quando, na verdade, o número era inferior.

O contrato com a Ecopav já foi rescindido por descumprimento de contrato e ela continuará executando o serviço até o dia 8 de julho. No lugar dela, quem irá assumir o serviço de coleta de lixo na capital é a empresa Locar Gestão de Resíduos, segunda colocada do processo licitatório de 2012 e responsável pelo serviço em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. para a prestação do serviço até o fim do ano, até que novo processo licitário seja realizado.

A Locar deverá atuar na capital em caráter de emergência, por quatro meses, até que seja realizada uma nova licitação do serviço de coleta de lixo. O edital, segundo o município, deverá ser publicado no próximo mês.

Site desenvolvido por:

Logo da Arte de Designer - Agência WEB - www.artededesigner.com
Abrir whatsapp
Posso lhe ajudar?