Coletores de lixo de Piracicaba reclamam de falta de segurança e más condições de trabalho

Cidades do Norte de SC gastam milhões para levar lixo a aterros a até 100 km de distância
Cidades do Norte de SC gastam milhões para levar lixo a aterros a até 100 km de distância
16 de junho de 2017
Coleta de lixo de Novo Hamburgo passará por mudanças; veja o que muda
Coleta de lixo de Novo Hamburgo passará por mudanças; veja o que muda
21 de junho de 2017

Serviço de limpeza está paralisado desde sexta-feira (9); lixos se acumulam nas ruas; Justiça determina que 60% dos trabalhadores retornem às atividades.

s coletores de lixo de Piracicaba (SP) reclamam de más condições de trabalho e falta de equipamentos de segurança. A categoria, que paralisou os serviços de limpeza na sexta (9), se reuniu em frente ao prédio da Prefeitura em protesto na manhã desta segunda-feira (12). Justiça determinou que 60% dos trabalhadores retornem aos postos. O sindicato disse que vai acatar decisão.

Durante o ato, que começou por volta das 9h, não houve registros de tumulto. Os trabalhadores aguardavam para falar com a administração municipal às 10h.

Os resíduos demésticos não foram recolhidos desde a última sexta-feira (9) em, pelo menos, sete bairros, e se acumulam nas ruas da região central, do Bairro Alto, Novo Horizonte, Piracicamirim, São Judas, Vila Monteiro e Nova América.

G1 tentou falar com a empresa Piracicaba Ambiental, responsável pela coleta, por email e por telefone, mas não conseguiu contato.

Prefeitura

Em nota, a Prefeitura informou que a Piracicaba Ambiental, responsável pela coleta de resíduos no município, apresentou uma liminar junto ao TRT (Tribunal Regional do Trabalho), que determina que 70% dos trabalhadores dos sindicatos das categorias retornem imediatamente às atividades de coleta, varrição e transporte de lixo, paralisadas na quinta-feira (8).

“Caso haja descumprimento da liminar, a multa diária, por sindicato, será de R$ 30 mil. A Prefeitura também já acionou a Ares-PCJ, que gerencia o contrato do lixo”, informa a nota.

Segundo a Prefeitura, o secretário municipal de Defesa do Meio Ambiente (Sedema), José Otávio Menten, o procurador-geral do município, Milton Bissoli, e o diretor do Departamento de Controle Ambiental da Sedema, Carlos Ambrosano, que receberam nesta sexta (12) a comissão de coletores de lixo e representantes dos sindicatos, também solicitaram que a Ambiental apresente as guias de fornecimento de equipamento de proteção individual (EPIs) aos coletores.

Quer saber mais notícias da região. Acesso o G1 Piracicaba.

Sacolas de lixo e entulhos se acumulam na esquina das Ruas Voluntários e Tiradentes em Piracicaba (Foto: Claudia Assencio/G1)

Sacolas de lixo e entulhos se acumulam na esquina das Ruas Voluntários e Tiradentes em Piracicaba (Foto: Claudia Assencio/G1)

Site desenvolvido por:

Logo da Arte de Designer - Agência WEB - www.artededesigner.com
Abrir whatsapp
Posso lhe ajudar?